Fique quieto


Este artigo surge a propósito de uma sequência de histórias que decidi publicar, hoje, nas redes sociais. Um conjunto de frases destinadas a provocar inquietação na mente de quem me segue e a que não consegui deixar de associar um texto complementar, ainda mais incisivo.





Queixar-se é fácil! Lamentar, diariamente, o que não corre bem, criticar os Tribunais que não funcionam, os clientes que não lhe dão descanso, os Colegas que não colaboram e as longas horas de (desorganizado) trabalho é fácil. Permanecer imóvel, quieto, resignado é tão confortável…


Difícil é crescer. Difícil é mudar. Difícil é deixar de culpar o mundo lá fora pelo que não faz, não consegue, não muda, não alcança. Difícil é reconhecer que anda a empatar, a atrasar as decisões relevantes da sua vida, a procrastinar, a enganar-se. Difícil é enfrentar o medo e passar-lhe por cima.


Não há crescimento na inércia. Não há progressão na zona de conforto. Não há realização no “tanto faz”. Não há! E não preciso ser eu a dizer-lhe isto.


Então, pergunte-se: «Porquê? Para quê?...». Porque adia dar os passos que sabe serem necessários para ter a vida que deseja? Para quê arrastar 10 anos a felicidade que pode alcançar daqui a 3 meses? Em função de quê sacrifica o seu bem-estar e o daqueles que o rodeiam?

Porque não tem tempo?... A sério que isso ainda é uma resposta?!

Não tem tempo para ser feliz? Não tem tempo para ser um pai presente? Não tem tempo para ser um profissional bem-sucedido? Não tem tempo para fazer o que gosta? Não tem tempo para facturar o dobro? Muito bem. Não posso fazer outra coisa que não respeitar a sua decisão.

Mas posso repetir, como já me ouviu várias vezes, que todos temos as mesmas 24 horas… É o que fazemos com elas que altera o nosso destino final. É o leque de decisões que tomamos que determina o nosso grau de realização.

Sim, depois de ler este artigo, não há desculpas, a sua (in)acção é consciente e absolutamente deliberada.


E agora? Decide ser feliz ou ficar confortável?


Vamos juntos, rumo a uma Advocacia de sucesso!